Filed Under:  Famosos

Bruno, dupla de Marrone, é denunciado por transfobia no MP de SP

A ação foi apresentada pela Associação dos LGBTQIA+ e busca a punição do artista devido ao um comentário discriminatório durante uma entrevista à RedeTV!

O cantor Bruno, da dupla com Marrone, está enfrentando uma denúncia por transfobia movida pelo Ministério Público de São Paulo. A ação foi apresentada pela Associação dos LGBTQIA+ e busca a punição do artista devido ao um comentário discriminatório durante uma entrevista concedida à RedeTV! há duas semanas, na qual constrangeu a repórter transsexual Lisa Gomes.

Durante a conversa, no início da entrevista, Bruno perguntou de forma constrangedora se ela possuía um órgão genital masculino: “Você tem pau?”, indagou. Esse episódio ocorreu nos bastidores de um evento voltado para a música sertaneja com várias pessoas acompanhando o trabalho da reportagem.

Em 2019, o Supremo Tribunal Federal (STF) equiparou a homofobia e a transfobia ao crime de racismo, decidindo que essas práticas são passíveis de punição. Com uma votação de oito votos a três, os ministros afirmaram que ofender ou discriminar pessoas gays ou transgênero é um crime. Desde então, aqueles que praticarem tais atos estão sujeitos a uma pena de um a três anos de prisão. Assim como no caso do racismo, esse crime é inafiançável e imprescritível.

A denúncia foi protocolada pelo advogado criminalista Ângelo Carbone, enfatizando a importância de cumprir a lei para efetivamente punir os culpados por homofobia e transfobia, evitando que tais crimes continuem ocorrendo no Brasil.

O documento ressalta que as consequências prejudiciais do crime de ódio por transfobia cometido pelo cantor Bruno reforçam o sistema de discriminação enfrentado diariamente por mulheres travestis e mulheres transgênero, excluindo-as socialmente da identidade de gênero e impedindo a realização dos direitos humanos à felicidade, aceitação e integração social e profissional. A denúncia conta com a representação de Agripino Magalhães Júnior (MDB), deputado estadual suplente por São Paulo.



Comentários dos leitores (0)





Sem Parar



Sem Parar
Anhanguera