Filed Under:  Carros

Inmetro oficializa redução de autonomia de carros elétricos

Nova etiquetagem resulta em dados 30% menores em relação aos encontrados nos testes

A nova portaria do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia) torna oficial o novo padrão de medição de autonomia para automóveis elétricos e híbridos. Divulgada na última quinta-feira (25), a nova determinação regulariza que os números informados para os consumidores deverão ser 30% menores do que os encontrados nos testes .

O documento informa que as fabricantes terão até o dia 30 de setembro para adequar seus sites, redes sociais e material publicitário envolvendo os modelos elétricos e híbridos, contendo os novos dados divulgados oficialmente na tabela do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular ( PBEV ).

Com a medida, o Inmetro busca trazer para a realidade do brasileiro o consumo dos carros elétricos , tentando informar a autonomia mais real possível. Anteriormente, cada fabricante anunciava o veículo com um padrão. Geralmente, os carros que também eram comercializados na Europa, vinham com o padrão WLTP , enquanto os chineses, o padrão CLTC , este conhecido por dados de autonomia muito otimistas.

Apesar da medida ter se tornado oficial agora, algumas fabricantes já se adiantaram, como o caso da Renault , que oferece o Kwid E-Tech como opção 100% elétrica . O modelo foi lançado em abril de 2022, e na ocasião, a fabricante francesa anunciava até 298 km de autonomia em circuito urbano .

No site dedicado ao Kwid elétrico já é possível ver a nova autonomia de apenas 185 km , mas com uma ênfase nos valores e um asterisco. No rodapé da página, a fabricante explica que esses valores de autonomia correspondem ao ciclo combinado e segundo as novas regras do PBEV , que reduz em 30% a autonomia conseguida em laboratório.

A Peugeot , por exemplo, faz questão de mostrar os valores tanto no ciclo nacional quanto no WLTP , e assim como a Renault, explica as diferenças entre os dados de autonomia.

Até o fechamento desta nota, o site de Jac e Fiat informava a autonomia de JAC E-JS1 e Fiat 500e , respectivamente. Entretanto, no portal da JAC, havia a informação do ciclo aferido ( NEDC ), enquanto no site da Fiat, não havia informação de qual o padrão utilizado .


Anhanguera

Comentários dos leitores (0)





Sem Parar



Sem Parar
Unopar
Sem Parar