Filed Under:  Casa & Decoração

7 dicas para uma decoração mais sustentável

Veja como reaproveitar elementos e contribuir para a preservação do planeta

Praticar sustentabilidade tem se tornado uma prática cada vez mais urgente para ajudar a preservar o meio ambiente. O consumo desenfreado, por exemplo, tem colaborado para o aumento de lixo no planeta e para o gasto de recursos naturais, impactando negativamente a natureza.

Assim, reduzir o consumo é o primeiro passo importante, mas também é necessário reaproveitar e reciclar o que já se tem. Na decoração, em especial, é totalmente possível reutilizar objetos e mobiliários para criar um ambiente bonito e confortável. Desse modo, você gera menos lixo e ainda consegue economizar dinheiro.

“Não se sabe quem falou, mas é a pura verdade: ‘do ponto de vista do planeta, não existe jogar fora’. Não há mais espaço na Terra, é urgente a ação por parte das pessoas”, afirma Juliana Cararo, arquiteta e professora no curso de graduação de Arquitetura e Urbanismo da PUCPR.

1. Reaproveite elementos na decoração

Em vez de irem para o lixo, quadros antigos, embalagens de produtos, caixotes de madeira, utensílios domésticos, roupas, mobiliários, entre outros, podem ser ressignificados e inseridos na decoração. “Garrafas de vidro, de suco, de vinho, de refrigerantes, transformei em um belo kit para decoração de festas, sendo utilizadas como vasos e enfeites de mesa”, exemplifica a arquiteta Juliana Cararo.

2. Invista em itens com valor sentimental

Para a designer de interiores Mimy Anselmo, objetos que possuem valor sentimental também podem ser reaproveitados para compor o décor . “Esses elementos que trazem uma história são os que trarão maior personalidade ao ambiente”, explica.

Juliana Cararo conta que, quando se casou, ganhou cadeiras com mais de 50 anos, que pertenceram à bisavó dela. “A parte metálica parecia precisar de novo acabamento, no entanto, resolvemos limpar com produto próprio para metais como prata, alumínio e cromo, e para nossa surpresa ficou novo. Então, trocamos o tecido da parte estofada e ficou completamente contemporâneo”.

3. Dê uma cara nova aos objetos

A criatividade é uma grande aliada na hora de transformar aquilo que já se tem. Com um pouco de tinta ou aplicações, por exemplo, é possível renovar completamente aqueles potes de vidro de conservas. Assim, você consegue dar a eles novas funções na casa, como utilizá-los para guardar temperos e outros alimentos.

No caso dos mobiliários, segundo Juliana Cararo, eles podem ser renovados completamente de maneira bem simples: com a troca de tecido, uma boa manutenção ou mesmo uma pintura diferente. A arquiteta diz que “existem objetos que nem precisam de melhorias ou modificações, são interessantes por si só e, apenas dando outro uso, ficam diferentes”.

4. Procure inspirações

Nas redes sociais, como Instagram e Pinterest, há inúmeras referências para customizar e reaproveitar itens na decoração . “Você vai encontrar coisas incríveis que as pessoas fazem por aí, nem precisa ser artista, artesão, nem ter muita habilidade, há inúmeras técnicas e facilidades que vão te permitir ousar e dar um toque especial na decoração da sua casa”, afirma Juliana Cararo.

5. Inserindo elementos na decoração

Segundo Mimy Anselmo, para reaproveitar algo que já se tem na decoração, é necessário que o estilo da peça e o do espaço estejam alinhados. “Por exemplo, se o cliente tem uma cômoda clássica que quer reutilizar, o ambiente será elaborado em torno daquela peça”, exemplifica.

A profissional explica que a regra vale para qualquer outro elemento que deseje inserir em um ambiente da casa. “O entorno deverá acompanhar de alguma maneira, seja através de cores ou neutralidade, para que o elemento não fique dissonante”, conclui.

6. Sem medo de errar

A arquiteta Juliana Cararo recomenda pensar primeiramente no estilo que mais te agrada e, a partir disso, escolher os objetos e decidir como adaptá-los ao contexto da casa. “Observe as cores e se perceba, descubra quais você gosta, que sensações elas te remetem e o que você quer que esses objetos transmitam: alegria, diversão, descontração, concentração, seriedade; assim, conseguirá se decidir melhor”, sugere.

Outra dica da profissional, no caso de dificuldade para trabalhar com contrastes de cores, é partir para o tom sobre tom, pois, dessa forma, o risco de errar é muito menor. “Com o tempo, se encoraje e ouse! Tudo pode ficar bacana se te faz sentir bem e te representa”, finaliza.

7. Consumo consciente

Se você precisar de algo novo para compor a decoração da sua casa, uma alternativa é comprar móveis e outros elementos decorativos usados. Em antiquários, por exemplo, você encontra peças incríveis, únicas e por um preço bastante atrativo. Além disso, ao reutilizar algo que já pertenceu a alguém, você também reduz os impactos ambientais.


Unopar
Anhanguera

Comentários dos leitores (0)





Unopar



Unopar
Anhanguera
Anhanguera