Filed Under:  Carros

McLaren homenageia Senna com superesportivo exclusivo no GP de Mônaco

Edição limitada do McLaren Senna, pintada à mão com as cores do capacete do tricampeão, homenageia os 30 anos da morte do piloto brasileiro

As homenagens a Ayrton Senna não param desde o Grande Prêmio de Ímola, na Itália, pista onde o brasileiro morreu após bater sua Williams contra a parede no fatídico 1º de maio, cena que completou 30 anos neste mês. Assim, a McLaren está estreando a homenagem ao piloto no GP de Mônaco , tanto nas pistas quanto em seu superesportivo chamado Senna , lançado em 2018.

O modelo, que apresenta um motor 4.0 bi-turbo de 800 cv e 81,3 kgfm de torque, recebeu uma pintura à mão com as cores da bandeira brasileira, as mesmas usadas no capacete do tricampeão. Na frente, a cor azul é predominante, que se mescla com o verde e o amarelo. Na coluna B, o amarelo e a listra verde são bem característicos do capacete de Ayrton

Em menor opacidade, alguns detalhes como os números dos carros com os quais Senna venceu os cinco GPs de Mônaco, de 1989 a 1993 (em 1987 venceu de Lotus), estão nos cantos, com os números 27, 1 e 8.

No interior, os bancos são de fibra de carbono e o tecido é amarelo. Na porta, em veludo, está a assinatura do brasileiro com uma frase sua: “Não tenho ídolos. Admiro o trabalho, a dedicação e a competência.”

O veículo, do qual existem apenas 500 unidades no mundo, estará exposto em Mônaco durante todo o final de semana.


Anhanguera

Comentários dos leitores (0)