Filed Under:  Comportamento

Trajetórias de artistas servem como incentivo para fãs superarem problemas

dezembro 6th 2016  ·   0 Comentários

Paula Fernandes fala como sua trajetória de vida pode ajudar outras pessoas, e fãs contam porque se inspiram na cantora para encarar os desafios

Ser fã é acompanhar, torcer e ajudar a divulgar o trabalho do ídolo. Essa fixação por uma pessoa parece até exagero à vezes. Mas a trajetória dos artistas pode servir de inspiração para muita gente, assim como contam fãs de Paula Fernandes, que superaram problemas pessoais através da música e da história da artista. A cantora sertaneja também fala sobre a biografia e como a trajetória dela pode ajudar as pessoas.

Artistas como Paula Fernandes inspiram fãs a superarem conflitos da vida

Artistas como Paula Fernandes inspiram fãs a superarem conflitos da vida

Foto: Reprodução/Facebook

Pode parecer estranho, mas é comum as pessoas buscarem exemplos para utilizarem como espelho. “Os artistas ocupam um espaço na vida de pessoas como se fossem modelos a serem seguidos, eles representam muitas vezes o sonho das pessoas, em que gostariam de ter fama, dinheiro, beleza, entre outras qualidades que o artista tem”, explica o psicólogo Yuri Busin.

Inspiração na música

Logo que a cantora estourou, a estudante Ana Carolina Latanzi ganhou um DVD de Paula Fernandes e o interesse pelo trabalho da artista foi imediato. “Eu me inspirei nela para começar a tocar violão e cantar. A primeira música que aprendi foi ‘Pássaro de Fogo’ e desde então nunca mais parei de cantar, tocar e acompanhar a carreira dela”, conta.

Em 2012, a estudante estava com problemas familiares, uma disputa entre os parentes por herança. Presenciou muitas brigas e discussões e, com isso, ficou muito triste e acabou adoecendo. “Começou a aparecer algo estranho no lado esquerdo do meu rosto que até hoje não foi diagnosticado. Aquilo estava começando a parecer com um tumor”, lembra.

Nada curava Ana Carolina, então o médico disse que em 15 dias ela teria de operar. Nesse período, aconteceu uma festa de peão na cidade da garota e a cantora Paula Fernandes era uma das atrações. “Eu sentia que algo de ruim iria acontecer, mas eu queria ir ao show para pelo menos ver o meu ídolo pela primeira e talvez única vez”, diz.

Ana Carolina foi ao show. Ela conta que ficou tão feliz que esqueceu dos problemas e quando voltou para casa não sentia mais dor. “Dois dias depois, aquilo no meu rosto simplesmente desapareceu. O médico não soube explicar. Alguns da minha família acreditam que foi milagre de Deus, mas eu acredito que foi a Paula que me ajudou”, afirma.

Eu também consigo

Depois de um tempo, o tio da estudante faleceu aos 33 anos em um acidente de caminhão. Mais uma vez ela passou por um momento de tristeza. “Tentei me matar dois dias depois do enterro dele, mas do nada, acho que na casa ao lado, a música ‘Sensações’ começou a tocar. Então parei e pensei em tudo que Paula passou e cheguei a conclusão de que se ela conseguiu, eu também consigo”, revela.

O psicólogo analisou a situação e afirma: “Em algumas situações, a história de vida do artista e do fã são parecidas, o que proporciona ao fã a esperança de que se ele conseguiu eu também posso conseguir. Essas conexões irão ser altamente reforçadoras para os fãs utilizarem o artista com um espelho”.

Biografia

A biografia da cantora é algo muito esperado pelos fãs. Paula Fernandes afirmou que a própria mãe está escrevendo a história dela. “Ela está escrevendo devagarzinho, porque são muitas histórias para contar. São 24 anos de carreira e 32 de vida. Houve muitos desafios, muitas dificuldades, muitas conquistas e muitas realizações”, disse.

A sertaneja é do interior de Minas Gerais e ganhou destaque em um cenário dominado por homens, o da música sertaneja. “Venho encorajando muitas meninas a ingressarem na carreira artística. As letras da minha música são simples e os acordes de violão também. Para mim, é importante falar na música algo que enriqueça a vida de alguém ou que retrate a vida de uma pessoa”, afirmou.

Incentivando sonhos

Paulinha – forma como geralmente é chamada pelos fãs – acredita que a história dela pode ajudar muitas pessoas a lutar para realizar um sonho. “Além de incentivar muita gente a ingressar na carreira, tem a questão da depressão. Foi um momento difícil e ruim, mas foi muito positivo para mim”, conta. “Eu já ouvi muitas pessoas falarem que se curaram ouvindo a minha música”, completa.

Superando a depressão

A questão da depressão é algo que torna a história da cantora próxima a de muitos fãs. “Antes de conhecer a trajetória de Paula, vivia em casa trancada, dormia a maior parte do tempo, tinha crises de ansiedade horríveis. Então comecei a procurar sobre a vida dela e falar com pessoas na internet sobre isso”, conta social media Vanessa Soares de Almeida.

Há 20 anos, ela é diagnosticada com Transtorno da Ansiedade Generalizada (TAG). Vanessa faz acompanhamento médico, mas acredita que a cantora está sendo fundamental para a recuperação.

Venessa acredita que história de Paula Fernandes a ajudou superar desafios

Venessa acredita que história de Paula Fernandes a ajudou superar desafios

Foto: Arquivo pessoal

“Costumo dizer que saí da escuridão. A Paula me mostrou a luz, me devolveu a alegria de viver. Criei um grupo de fãs nas redes sociais e depois de um tempo fui ao primeiro show e conheci os amigos da internet. Ela (Paula) foi uma motivação para eu sair da minha casa e viver momentos incríveis”, fala.

Conhecer a vida dos artistas serve como exemplo para as pessoas, pois o fã descobre que eles não são super-heróis, mas, sim, pessoas comuns que também têm problemas. “Muitas vezes as pessoas se identificam muito com as músicas, e a música tem um grande poder de influencia em nossa vida. No caso da depressão, é comum pensar que podem vencer o que estão passando, assim como o ídolo. Mas vale lembrar que sempre o ideal é procurar um tratamento para superar esta fase”, finaliza o psicólogo.

Readers Comments (0)





Procurar